A tradição da Befana, a bruxa amável

A Befana é uma figura caraterística do folclore italiano, muito amada pelas crianças. Ela é uma bruxa gentil,  e  vem na noite do dia 5 para 6 de Janeiro, o Dia de Santos Reis, para colocar doces nas meias das crianças que se comportaram bem, e carvão na meia das crianças que foram más. A noite do dia 5, antes de ir dormir, as crianças deixam as meias penduradas, para a Befana.

befana-bruxa
Bonecas de Befana (foto fogarolo infophoto)

Essa crença popular tem registro em culturas antiquíssimas. A décima segunda noite depois do Natal, ou seja, após o solstício de inverno, antigamente era comemorada a morte e o renascimento da figura pagã da Mãe Natureza. Na noite entre o dia 5 e o dia 6 de Janeiro, a Mãe Natureza, cansada por ter gastado todas as suas energias durante o ano, aparece na forma de uma velha e benévola bruxa, voando pelo céu com uma vassoura.

Befana-bruxa-2

Ficando seca, a Mãe Natureza estava pronta para ser queimada, para puder renascer das suas cinzas como uma Menina Natureza, como uma lua nova. Antes de morrer, a velha senhora passava para distribuir presentes e doces para todos, como para plantar as sementes que iriam brotar no próximo ano.

meias-crianças
(foto lavaleandtheworld.wordpress.com)

Já os romanos acreditavam que nesses doze noites após o solstício de inverno figuras femininas voavam sobre os campos semeados para propiciar as futuras colheitas. Eram guiadas por Diana, a deusa da Lua relacionada com a Vegetação, ou, segundo outros, por divindades menores, como Satia (saciedade) ou Abundia (abundância).

praça-Navona3
Bancos de doces em Piazza Navona (foto Montecani)

A Igreja Católica, depois de ter condenado, assimilou muitas das crenças e ritos do paganismo, e na Idade Média nasceram novas personificações, como a Befana, que é claramente relacionada com a personagem da bruxa.

A aparência da velhinha é uma representação do ano passado, que você pode queimar. Da mesma forma como acontecia em muitos países europeus, onde no início do ano havia uma tradição de queima de bonecos com roupas esfarrapadas.

Em muitas regiões italianas neste período existem rituais de purificação parecidos aos do Carnaval, para afastar os espíritos malignos dos campos e espantar as energias negativas, batendo panelas, fazendo muito barulho, e acendendo fogos. Em alguns lugares são bonecos de palha com rosto de velha são queimados durante a noite entre os dias 5 e 6 de Janeiro.

Piazza-Navona
Mercadinho em Piazza Navona, Roma

DICA

Em Roma o ponto de encontro das crianças é a Piazza Navona, onde a festa da Befana é mais importante que o Natal, um evento imperdível para quem está em Roma com crianças nos dias 5 e 6 de Janeiro. Camelôs e bancas do mercado vendem as bonecas da Befana e os doces para encher as meias: caramelos, biscoitos, bombons, moedas de chocolate, macarons, docinhos de todos os tipos, e até carvão, mas carvão feito de açúcar!

befana-bruxa-navona
Mulher fantasiada de Befana, em Piazza Navona, Roma (foto mozzarellamamma.com)

 

About The Author

Related posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *