Ostia Antica, o antigo porto de Roma

Ostia Antica é um dos sítios arqueológicos melhor preservados da Roma antiga, com 70 hectares de edifícios e reformas que se sucederam por quase 8 séculos.

9)via antica di ostiaSI

As suas antigas origens e a sua história a tornam um lugar fascinante aos olhos dos visitantes e dos amantes da arte e da tranquilidade.

O nome “Ostia” vem do latim óstium, ou seja, “boca do rio, foz”. Na época antiga, de fato, o rio Tibre terminava o seu curso aqui, desaguando no Mar Tirreno.

Fontes lendárias fazem remontar a fundação ao Anco Marzio, quarto rei de Roma (VII a.C.), mas é certo que, no século IV a.C., a cidade foi uma colônia militar, nascida para o controle da costa que, em pouco tempo, tornou-se o principal porto de Roma (Portus Urbis em latim).

Devido à sua posição geográfica estratégica, a cidade importava mercadorias de todas as províncias do Império: da Sicília, da África, da Sardenha e do Egito.

O declínio já começou desde o século IV d.C., não só pelas incursões dos povos bárbaros, mas também por um progressivo assoreamento da costa que causou, ao longo dos séculos, o deslocamento do curso do rio Tibre de cerca de 2 km da costa.

Terme di NettunoSI
Termas de Neptuno

Ostia Antica era uma cidade rica e próspera: tinha prédios de muitos andares com apartamentos, vilas nobres, termas, teatros, templos, cimitérios, baires, restaurantes, armazens para as mercadorias que chegavam de qualquer parte do império, escritórios para os representantes das corporações e muito mais.

Aqui embaixo algumas explicações sobre as coisas mais interessantes para  visitar em Ostia Antica.

As Termas. Para se lavar, os romanos usavam a pedra-pomes e cinza de faia, ou uma pasta feita de equísseto em pó, argila e azeite de oliva. Além das piscinas de água quente, morna e fria, havia salas destinadas à  ginástica, à sauna, salas para jogar à bola, para as massagens com óleos essenciais (de costume, mirra e óleo de amêndoa, importados principalmente do Oriente e do Egito) e salas para a depilação com cera, que também os homens tinham o habito de fazer …

Termas
Termas

A fullónica era a nossa lavandaria. A palavra vem de fullónes, ou seja, os homens que trabalhavam nestas lavandarias antigas. Aqui se lavavam, se tingiam e se desenodoavam os tecidos: o produto mais utilizado para branquear os tecidos era a urina, recolhida em banheiras ou em grandes vasos de terracota. Em Ostia foram achadas três fullónicae, todas datadas do século II d.C.

FullonicaSI
A fullonica, a lavandaria daquela época

A caupóna era a taberna onde se vendiam alimentos e bebidas. A palavra vem de cáupo, ou seja, o taberneiro. Como agora, nos nossos restaurantes, podemos ver o cardápio com os preços expostos dos pratos oferecidos.

insegna_thermopolium33
Placa com as imagens da comida

O mesmo acontecia na Roma antiga: em Ostia Antica estão ainda preservadas algumas placas com as imagens da comida que se vendia na caupóna.

Um outro local com as mesmas funções era o Thermopólium onde se  vendia comida quente: num destes ainda tem a banheira que servia  para lavar os pratos.

Thermopolium
O Thermopolium era um estabelecimento comercial que servia bebidas quentes e outros gêneros

O Quartel dos Vígiles. Na antiga Roma, os Vígiles eram quer bombeiros quer policiais encarregados de manter a ordem pública. Eles moravam todos juntos nos quartos de um prédio de vários andares, onde ficava também um templo dedicado à Dea Fortuna (a Deusa Sorte em português): quem mais deles precisava de sorte?

O Templo da Bona Dea. Bona Dea era uma deusa venerada pelas mulheres para a fertilidade e a proteção da colheita. Dos rituais a ela dedicados, que eram celebrados na noite entre o dia 3 e o dia 4 do mês de Dezembro, só participavam as mulheres, os homens eram completamente banidos: era o único dia do ano em que as mulheres eram autorizadas a beber vinho.

7) panificioSI
Padaria

A Padaria: depois de quase 2000 anos, aqui em Ostia Antica é possível ver uma antiga padaria, onde se preparava e se vendia o pão. Ainda permanecem as mós que eram feitas girar pelos burros. Dentro da padaria há dois locais: o primeiro era o local onde se moía o grão, no segundo preparava-se a massa. Além destes dois locais, a padaria comportava também algumas lojas que davam para a rua principal e que eram destinadas à venda do pão.

A Taberna dos peixeiros: era um local onde se vendia e, talvez, se cozinhava o peixe.

5) taberna pescivendoliSI
Taberna dos peixeiros

Os Banheiros públicos: eram grandes salas com simples buracos feitos na pedra, um ao lado do outro. Para a higiene pessoal, perto de cada  privada, havia pequenos bastões de madeira, com esponjas na ponta que se embebiam na água…: os antigos romanos eram, evidentemente, muito “sociáveis”, mas com certeza não eram muito limpos…

6)latrine-pubblicheSI
Banheiros públicos

Informações e curiosidades

Em Ostia Antica fica a sinagoga mais antiga do Ocidente.

Nos Museus Vaticanus, no quarto do Rafael chamado Incêndio de Burgo , numa parede é retratada a Batalha de Ostia: no fundo vê-se o Castelo do Julio II, o papa que encarregou o Michelangelo de pintar o  teto da Capela Sistina e de esculpir o celebérrimo Moisés.

8)Battaglia_di_ostia
Batalha de Ostia

Endereço: Via dei Romagnoli, 717.
Preço do ingresso:  8 Euros.

Horários
Janeiro e Fevereiro, Novembro e Dezembro: 8:30-16:00.
Março: 8:30-17:00.
Desde o último domingo de Março até Outubro: 8:30-18:00.
Desde o último domingo de Outubro até o dia 1 de Novembro: 8:30-17:00.
Fechado na segunda-feira, nos dias 1 de Janeiro, 1 de Maio e 25 de Dezembro.

OstiaAnticaNYT
(mapa do New York Times)

Como chegar

De carro – a partir da Pirâmide de Céstio (Piazzale Ostiense) seguir pela “Via Ostiense” e depois pela “Via del Mare”. Pegar o acesso “Acília/Via dei Romagnoli” e depois seguir as indicações para “Ostia Antica” (cartaz marrom).

De metrô – da estação Termini, pegar a “linea B” em direção “Laurentina”. Descer na parada “Piramide”: aqui pegar o trem para “Lido di Ostia” até Ostia Antica. Depois de saido da estação, encontrarão uma ponte pedonal azul: atravessar a ponte e continuar sempre direito até à fonte; atravessar a rua e caminhar até o portão das escavações (menos de 2 minutos).

É possível alcançar as escavações de barco. O percurso de barco, ao longo do rio Tibri, leva cerca de duas horas e meia, a partida é do Molo Ponte Marconi (no lado do Cinodromo, Lungotevere Dante, n° 500).
Horários
Ponte Marconi/Ostia Antica 9:30
Ostia Antica/Ponte Marconi 13:00
Preço: entre os 11,00 e os 20,00 Euros (depende do número de pessoas).
O sítio arqueológico comporta um estacionamento pago e um bar-restaurante.

Atualização

Evento – Nos dias 20 e 21 de Setembro de 2014, entre o Burgo e a cidade de Ostia Antica, terá lugar o Palio di Ostia. Dois dias dedicados à história, um retorno ao passado: o Palio é uma rememoração do período em que Guglielmo d’Estouteville e Papa Júlio II (séc. XV-XVI) restauram o esplendor da fortaleza, da Catedral e do Episcopado, graças ao trabalho de importantes arquitetos da época. É também prevista uma competição equestre no “Parco dei Ravennati”, com cavalos, cavaleiros e damas em trajes da época.

 

About The Author

Related posts

2 Comments

  1. juliana

    Quanto custa hoje a entrada de ostia (sitio)? E como faca para ir do aeroporto de fiumicino? Quanto custa taxi do aero para ostia?
    Aguardo.
    Juliana

    Reply
    1. Amina Iacuzio

      Olà, Juliana.
      A entrada no sitio de Ostia Antica custa 8 euros. Cuidado: està fechado na segunda-feira. São 70 hectares. Mais informações e o horário aqui: http://archeoroma.beniculturali.it/siti-archeologici/ostia-antica
      Ir do Aeroporto até Ostia Antica é um pouco complicado.
      1. Pegue o ônibus COTRAL (é o nome da companhia) para LIDO DI OSTIA, cada hora tem um ônibus saindo do aeroporto. O tempo estimado de percurso é entre 30 e 55 minutos, dependendo do numero das paradas.
      Desça ao Lido de Ostia, o terminal do ônibus, onde tem a estação de trem.
      2. Pegue o trem destino PORTA SAN PAOLO – ROMA : são duas paradas, desce em OSTIA ANTICA. Deve ter um trem cada 10′, é facil.
      Acho mais simples ir de taxi, claro, mas cuidado com os taxis de Fiumicino!!! Eles podem cobrar muito mais, percebendo que você é estrangeira. E obrigatorio concordar um preço antes de entrar no carro. São 10 quilometros, vai custar aproximadamente 25 euros.
      Boa visita!

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *