A gente

Amina Iacuzio Amina120

Jornalista há 20 anos, autora de documentários, a minha paixão é conhecer lugares, culturas e pessoas.

Viajei por muitos anos pelo Brasil, como turista. Sempre ouvi falar da Itália com grande admiração: as pessoas me diziam que queriam ver Veneza, Roma e Florença.

Ah, que bom! Me sentia tão orgulhosa de ser italiana! Porém, pensava: “a Itália tem tantos tesouros de arte e de natureza, desconhecidos aqui no Brasil. Como é que ninguém nunca ouviu falar de Urbino, Mântua ou Lecce?”

A mesma visão estereotipada existe no imaginário brasileiro sobre a culinária italiana, cheia de pizza, lasanha, canelone e nhoque. Mas tem muito mais! Pois a gastronomia italiana oferece uma abundância de sabores e uma exuberância de receitas.

O desejo de compartilhar estas riquezas me deu a ideia deste blog, uma janela aberta para a Itália e as suas múltiplas faces.

Aliás, terei o maior prazer de dar algumas dicas para  ajudá-lo a organizar melhor sua viagem e suas férias.   Posso elaborar itinerários artesanais e não industriais!  Utilize o meu e-mail pessoal: aminai@tin.it

 

TerzoUccellino

Os blogueiros

Enzo120Enzo Criscuolo

Sou napolitano, e moro há 30 anos em Genebra, na Suíça. Sempre foi movido por três paixões: a música, a informática e a culinária. Como bom napolitano, adoro pizza, mas comecei a fazê-la só longe de Nápoles, não satisfeito com as versões estrangeiras muito extravagantes. Após 30 anos, posso fazer uma pizza com técnicas diferentes, e sempre consigo algo comestível.

Amante da boa comida em todo o mundo, em um dado momento da minha vida eu precisei de consolidar a minha identidade por meio do gosto. Então perguntei à minha mãe as receitas dos pratos da culinária napolitana que eu tinha perdido, e comecei a tentar reproduzi-las.

Agora eu cozinho quase todos os dias, e também tento criar receitas pessoais. Minha página Facebook Enzo La Marenna é um pseudo blog, onde eu falo de mim por meio de fotos e receitas de pratos inspirados em receitas napolitanas e italianas, mas também francesas, espanholas, etc.

Para mim, cozinhar é fácil, não tem necessidade de criar obras de arte cada dia, basta ter bons ingredientes, venerando-os, e o resultado será quase sempre um sorriso interior e exterior. Desde quando eu cozinho, descobri que cozinhar é também uma forma de ter mais controle sobre a minha vida, porque afinal de contas nós somos aquilo que comemos.

Viviana TrovatoViviana120

Olá meus amigos brasileiros!  O meu nome é Viviana, sou italiana, trabalho como guia de turismo em Roma e sou formada em História da Arte e Arqueologia.

Quando os turistas que acompanho nas visitas, me perguntam ”Viviana, você é brasileira?”, eu respondo ”Sim, sou. Sou brasileira aqui…” e coloco a mão direita sobre o coração…

É assim que me sinto: uma italiana que gostaria de ser também brasileira.

Quando criança, por quase 7 meses, morei no Brasil e desde então o meu amor por esse país nunca acabou, ao contrário, cresceu cada dia mais.

Mas adoro o meu país também: esta Itália que possui cidades únicas no mundo, paisagens fantásticas, as vezes insuetas, uma grande história que, em alguns lugares, ainda hoje se pode respirar na vida quotidiana e que oferece milhares de “especialidades”, pra visitar, pra descobrir e, obviamente, pra beber e comer.

Bem-vindos a todos os que sonham em conhecer a Itália, viajando com a gente através de nosso blog!